Golden City

Antecipação
(França) Éditions Delcourt, 1999
Daniel Pecqueur (argumento) e Nicolas Malfin (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Book Tree, Maio de 2002 


Golden City é uma cidade de sonho construída sobre o oceano, protegendo-se do resto do mundo onde prolifera a violência, a poluição e o excesso de população. O avião da esposa de Harrison Bank desaparece misteriosamente no interior de uma região selvagem. Bank, habitante de Golden City, lança-se na procura da esposa, descobrindo um mundo que não imaginava existir. 

Bibliografia portuguesa:

  • Os saqueadores de destroços (Pilleurs d'épaves), 1999, Álbum Book Tree [2002]
[actualizado a 23-3-2015]

Ring Circus

Policial
(França) Éditions Delcourt, 1998-2004
David Chauvel (argumento) e Cyril Pedrosa (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Book Tree, Outubro de 2002

Por parar um camelo fugitivo, Jerold, um ex-vendedor, ganha dois ingressos para o circo ... onde se apaixona por Miss Blanche, a estrela da companhia! Ao aperceber que o circo está prestes a sair para Ruskovie, Jerold e o seu amigo Antonin refugiam-se numa roulotte como passageiros clandestinos. Inicia-se uma viagem longa e emocionante…

Bibliografia portuguesa:                                                                    

  •  Os peralvilhos (Les paintres), 1998, Álbum Book Tree [2002]
[actualizado a 18-3-2015]

Matt Marriott

Western
(Inglaterra) London Evening News, 19 de Setembro de 1955
Tony Weare (desenho) e Jim Edgar (argumento)
Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras (1ª fase) #437, 2 de Janeiro de 1958
Outras publicações: Tigre (1ª série), Selecções do Mundo de Aventuras, Condor (amarelo), Mundo de Aventuras (2ª fase), Lince, Jornal do Cuto, Álbum Editorial Futura, Fandwestern


A história inicia-se nos finais de 1880 aquando da disputa dos vaqueiros e dos agricultores, quando estes se revoltam contra a passagem das grandes manadas de gado pelas suas terras cultivadas. Os pais de Matt Marriott são assassinados por vaqueiros quando defendem as suas terras. Matt, treinado pelo seu amigo Luke Horn, decide ir em busca do assassino dos seus pais.

O Terceiro Testamento

Le troisième testament
Aventura
(França) Éditions Glenat, 1997-2003
Xavier Dorison e Alex Alice (argumento) e Alex Alice (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Baleia Azul, Setembro de 1999
Outras publicações: Álbum Witloof


Deus aparece um dia a Julius de Samaria e dá-lhe uma caixa, dizendo-lhe: "Esta caixa é tudo o que um homem precisa saber. Confio-ta. Deixa a tua terra e encontra o lugar mais secreto do mundo onde depositarás o cofre, sem nunca o abrires. Esta é a Minha Vontade". Então, Julius, deixando o seu povo, parte em busca do lugar mais secreto do mundo para esconder a caixa. Mas a curiosidade leva-o a abrir o cofre. Contudo, não vê o que contém porque Deus abre a terra sob os seus pés e Julius é engolido para toda a eternidade.
A série encontra-se integralmente publicada em Portugal.

Yataka

Aventura
(França) Yataca, 1968-1985
Vítor Péon (desenho)
Estreia em Portugal: Yataka #1, Maio de 1977


Yataka é um homem da selva, corajoso e determinado. Vive perto do lago verde do Quénia, onde aprende a amar com o gigante negro Umbala e os outros animais da selva. Já adulto e com o seu companheiro inseparável Umbala, combate todos aqueles que atentem contra a paz junto das tribos e, particularmente, dos seus amigos pigmeus. Péon desenha estas aventuras com argumentos de autores anónimos, mas outros artistas também assumem a arte de Yataka.

O Mercador de Ideias

Le marchand d’idées
Ficção científica
(França) Circus, 1982-1988
Philippe Berthet e Antonio Cossu (argumento e desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Meribérica, 1984


John Diller tem como emprego efetuar missões através do tempo, sendo atacado por assassinos extra-terrestres. Para se salvar, tem de saltar de universo em universo, até que descobre que a Terra está ameaçada por uma invasão intergalática. A saga é constituída por quatro álbuns.

Bibliografia portuguesa:
  • O mercador de ideias (Le marchand d’idées), 1982, Álbum Meribérica [1984]
[actualizado a 15-3-2015]

Os Fogos de Askell

Les feux d’Askell
Heroic-Fantasy
(França) Éditions Soleil Productions, 1993
Scotch Arleston (argumento) e Jean-Louis Mourier (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Vitamina BD, 2004


Askell é composto por ilhas e vários tipos de embarcações num mar infinito. Mercadores e contrabandistas desembarcam mercadorias preciosas nos portos. Dao X’lan, mercenário, Cybill, dançarina erótica, Brumaire, lançador de punhais e Karesquin de Villoque, capitão do Ode Sublime e poeta, percorrem o arquipélago a bordo do barco-teatro, vivendo aventuras fantásticas e burlescas.

Bibliografia portuguesa:
  • O unguento prodigioso (L'onguent admirable), 1993, Álbum Vitamina BD [2004]
[actualizado a 15-3-2015]

Artur Correia

Desenhador, Argumentista
(Portugal) Lisboa, 20 de Abril de 1932


Nasce em Lisboa, onde reside. Cursa na Escola Industrial Machado de Castro. Colabora para uma infinidade de revistas, jornais e fanzines. Mestre do humor, tem vários álbuns publicados, ultimamente a cores. Da sua bela e invejável bibliografia, salientam-se "As Aventuras de D. João e Cebolinha", "O País dos Cágados", "O Roubo do Elefante Branco", "O Filho de Robin dos Bosques", "O Romance da Raposa", "As Descobertas a Passo de Cágado", etc, etc. Recebe prémios em Veneza, Annecy, Lugano, Cannes, entre outros. 


One-shots publicados em Portugal:

  • Aventuras de D. João e Cebolinha, 1956, Cavaleiro Andante #210 a #234, Álbum Editorial Futura [1985]
  • Cristina, menina ladina, 1958, Fagulha #1 a #18
  • Professor Boldrié - O roubo do elefante branco, 1958, Cavaleiro Andante #340 a #366
  • O país dos cágados, Raúl Correia e António Gomes Almeida, Álbum Edição dos autores [1975]; Álbum Bertrand Editora [2012]
  • A água que bebemos, Raúl Correia e Maria Alberta Menéres, Álbum Editorial Caminho [1983] 
  • Esta palavra concelho, Raúl Correia, Borges Coelho, Teresa Ventura e Maria Alberta Menéres, Álbum Sismet [1984]
  • Este concelho de Oeiras, Raúl Correia e Maria Alberta Menéres, Álbum Câmara Municipal de Oeiras [1985] 
  • O filho do Robin dos Bosques, 1991, Cadernos Sobreda BD #3
  • O príncipe com orelhas de burro, Colecção Histórias da Avozinha #1, Álbum Edições ASA [1991]
  • O João mandrião, Colecção Histórias da Avozinha #2, Álbum Edições ASA [1991]
  • A torre da Babilónia, Colecção Histórias da Avozinha #3, Álbum Edições ASA [1992]
  • A machadinha, Colecção Histórias da Avozinha #4, Álbum Edições ASA [1992]
  • História do compadre pobre e do compadre rico, Colecção Histórias da Avozinha #5, Álbum Edições ASA [1992]
  • A bela menina, Colecção Histórias da Avozinha #6, Álbum Edições ASA [1992]
  • Era uma vez uma Águia ou a história do Benfica contada às crianças, Artur Correia e Manuel Dias, Álbum Edições ASA [1997]
  • Era uma vez uma Leão ou a história do Sporting contada às crianças, Artur Correia e Manuel Dias, Álbum Edições ASA [1997]
  • Era uma vez um Dragão ou a história do F. C. do Porto contada às crianças, Artur Correia e Manuel Dias, Álbum Edições ASA [1997]
  • Super-heróis da História de Portugal, Raúl Correia e António Gomes Almeida, Álbum Bertrand Editora [2004]
  • Super-heróis da História de Portugal - Volume 2, Raúl Correia e António Gomes Almeida, Álbum Bertrand Editora [2006]
  • Auto da Barca do Inferno, Álbum Bertrand Editora [2007]
  • Farsa de Inês Pereira, Álbum Bertrand Editora [2007]
  • Lenda da Moura Salúquia, 2009*
  • Romance da raposa de Aquilino Ribeiro, Álbum Bertrand Editora [2009]
  • Os Descobrimentos a passo de cágado, Raúl Correia e António Gomes Almeida, Álbum Bertrand Editora [2011]

* In Salúquia - A lenda em BD, Câmara Municipal de Moura [2009]


Pitanga

Y
Quotidiano
(Portugal) O Diário, 1 de Fevereiro de 1985
Arlindo Fagundes (texto e desenho)
Outras publicações: O Mosquito (5ª série), Jornal da BD, Álbum Editorial Caminho, Álbum Associação Salão Internacional de Banda Desenhada do Porto


Aventuras de um barbeiro de luxo.

Bibliografia portuguesa:

  • La chavalita, 1985, O Diário (01.02.1985 a 05.04.1985); Jornal da BD #201 a #208; Álbum Editorial Caminho [1985]
  • Pitanga e os animais, 1985, O Mosquito (5ª série) #11
  • Parabéns a você, 1996, Álbum ASIBDP [1996]
  • Quem vem e atravessa o rio..., 1996, Pedro Sousa e Arlindo Fagundes, Quadrado (2a série) #3
  • A rapariga do poço da morte, 2003, Álbum Editorial Caminho [2003]
[actualizado a 15-3-2015]

Arlindo Fagundes

Argumentista, Desenhador
(Portugal) Ovar, 3 de Julho de 1945


De seu nome completo Arlindo Terra Fagundes, nasce em Ovar e reside em Braga. Desenhador, ilustrador e ceramista, vive algum tempo em Lisboa e em Paris. É homenageado  nos Salões "FIBDA 2003" e "SobredaBD 2004". Colabora para diversos periódicos e faz capas para muitos livros. Para além de ser igualmente cineasta, também lecciona fotografia. Na Banda Desenhada, a sua obra de honra é a série do herói Pitanga, que, para além de uma ou outra história curta, tem os álbuns La Chavalita, A Rapariga do Poço da Morte e O Colega de Sevilha (inédito).

In BDBD

Séries publicadas em Portugal:

[actualizado a 17-3-2015]

Mickey através dos séculos

Mickey à travers les siècles
Juvenil
(França) Éditions Hachette, 1970-1993
Pierre Nicolas (desenhos) e Pierre Fallot (argumento)
Estreia em Portugal: Álbum Edinter, Julho de 1982


Aventuras de Mickey, evocando factos da História do Homem.

Bibliografia portuguesa:
  1. Mickey e os peles vermelhas (Mickey chez les Peaux-Rouges) [1982]
  2. Mickey e Merlin (Mickey et Merlin l'enchanteur) [1982]
  3. Mickey corsário (Mickey corsaire) [1982]
  4. Mickey e o conde de Monte Cristo (Mickey et le vrai comte de Monte-Cristo) [1982]
  5. Mickey entre os homens das cavernas (Mickey chez les hommes des cavernes) [1982]
  6. Mickey escudeiro de Ivanhoe (Mickey écuyer d'Ivanhoé) [1982]
  7. Mickey e o colar da rainha (Mickey et le collier de la reine) [1984]
  8. Mickey na Babilónia (Mickey à Babylone) [1984]
  9. Mickey amigo de D'Artagnan (Mickey ami de d'Artagnan) [1984]
  10. Mickey e os trabalhos de Hércules (Mickey et les travaux d'Hercule) [1984]
  11. Mickey e Henrique VIII (Mickey rencontre Henri IV) [1984]
  12. Mickey e Guilherme Tell (Mickey et Guillaume Tell) [1984]
[actualizado a 13-3-2015]

Carson de Vénus

Heroic-Fantasy
(EUA) Korak Comic #46, Junho de 1972
Mike Kaluta (desenho) e Len Wein (argumento)
Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras (2ª fase) #127, 4 de Março de 1976


Adaptação da obra de Edgar Rice Burroughs das aventuras de Carson no planeta Vénus.


Bibliografia portuguesa:

  • Marte... ou morte! (Mars or... bust), 1972, Mike Kaluta e Len Wein, Mundo de Aventuras (2ª fase) #127
  • A jovem no jardim The girl in the garden), 1972, Mike Kaluta e Len Wein, Mundo de Aventuras (2ª fase) #127
  • Grito de guerra (Battler cry), 1972, Mike Kaluta e Len Wein, Mundo de Aventuras (2ª fase) #131
  • Apanhando Tarel (Gathering Tarel), 1972, Mike Kaluta e Len Wein, Mundo de Aventuras (2ª fase) #131
  • Terror nos céus (Terror from Sky), 1973, Mike Kaluta e Len Wein, Mundo de Aventuras (2ª fase) #140
  • Motim no mar (Mutiny at sea), 1973, Mike Kaluta e Len Wein, Mundo de Aventuras (2ª fase) #140
  • Duare, princesa de Vénus (Princess of Vénus), 1973, Mike Kaluta e Len Wein, Mundo de Aventuras (2ª fase) #148
  • Catástrofe (Catastrophe), 1973,  Mike Kaluta, Mundo de Aventuras (2ª fase) #148
  • Na terra de Noobol (Into the land of Noobol), 1973, Mike Kaluta, Mundo de Aventuras (2ª fase) #148
  • Perdido em Vénus (Lost on Venus), 1974, Mike Kaluta, Mundo de Aventuras (2ª fase) #154
  • Indefesos na floresta (Babes in the wood), 1974, Mike Kaluta, Mundo de Aventuras (2ª fase) #154
  • No vale de Noobol (Into the Noobolian Valley), 1972, Mike Kaluta, Mundo de Aventuras (2ª fase) #155
[actualizado a 11-3-2015]

Pellucidar

Heroic-Fantasy
(EUA) Weird Worlds Comic #1, Agosto/Setembro de 1972
Alan Weiss (desenho) e Len Wein (argumento)
Outros autores: C. Bunker, Mike Kaluta e Denny O'Neil
Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras (2ª fase) #90, 19 de Junho de 1975


Baseado na obra de Edgar Rice Burroughs, conta as aventuras de David Innes e do amigo inventor Abner Perry nas entranhas da Terra.

Akira

Mangá
(Japão) Young Magazine, 1982-1990
Katshuiro Otomo (argumento e desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Meribérica, 1998


Tem como cenário a cidade de Tóquio pós-apocalíptica e retrata o espírito ciberpunk numa sociedade em turbulência.

Nikopol

Ficção científica
(França) Pilote mensuel #68, 1980
Enki Bilal (argumento e desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Meribérica, 1987
Outras publicações: Álbum Edições ASA


Estamos em Paris no ano 2023. O centro é ocupado pela classe dirigente, enquanto a periferia é dominada por aventureiros e extra-terrestres controlados pelas forças governamentais. Uma nova organização política dirigida por Alcide Nikopol Filho tem o objetivo de criar uma sociedade sem classes.

As memórias do Capitão Moulin-Rouge

Les mémoires du Capitaine Moulin-Rouge
Humorístico
(França) Éditions Milan, 1987-1989
Pierre-Yves Gabrion (argumento e desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Meribérica, 1990
Outras publicações: Selecções BD (1ª série)


Bibliografia portuguesa:
  • Amazónia (Amazonia), 1987, Álbum Meribérica [1987]; Selecções BD (1ª fase) #23 a #25
[actualizado a 11-3-2015]

IR$

Policial
(França) Éditions Le Lombard, 1999
Bernard Vrancken (argumento) e Stephen Desberg (desenhos)
Estreia em Portugal: Álbum Público/Edições ASA, Abril de 2011


Larry, da Polícia Criminal Fiscal, utiliza todas as tecnologias para poder investigar as grandes fortunas ligadas à criminalidade.

Bibliografia portuguesa:
  • A via fiscal (La voie fiscale), 1999, Álbum Público/ASA [2011]*
  • A estratégia Hagen (La stratégie Hagen), 2000, Álbum Público/ASA [2011]*
*Álbum duplo [A via fiscal +A estratégia Hagen] [Colecção Os Incontornáveis de BD #6]
[actualizado a 10-2-2015]


Os Guerrilheiros

Los Guerilleros
Western
(Bélgica) Spirou, 1968-1970
Miguel Cusso (argumento) e Jesus Blasco (desenho)
Outros autores: José Larraz
Estreia em Portugal: Jaguar #1, 15 de Outubro de 1971


Os Guerrilheiros são constituídos pelo branco Ray, o índio Yuma e o mexicano Pedro de Guzman.

Christian Mathelot

Argumentista, Desenhador
(França) Paris, 14 de Abril de 1923 - 1 de Abril de 2013


A sua estreia na BD é, em 1941, no suplemento Hurrah! #91 com uma experiência, não muito feliz, para a série Fanfan la Tulipe e uma adaptação de Gavroche. Contudo, só três anos mais tarde, um desenho de Mathelot é publicado, com notórias melhorias, com a história Le dramatique croisière de la Josette. Em 1942, é recrutado para as edições EFR, onde faz um pouco de tudo: capas, títulos, montagens e algumas histórias completas. Foge aos alemães para escapar ao trabalho obrigatório e, após a libertação de Paris, trabalha para o editor Marcel Daubin, onde assina capas para a série Titans du Pacifique. O seu talento torna-se notório, sendo aconselhado por Daubin a trabalhar com Marijac.
O primeiro trabalho com Marijac é uma história de aviação intitulada Les géans du ciel. Segue-se a apaixonante adaptação à BD de Le grand cirque de Closterman.
Em 1949, Mathelot substitui Raymond Poyvet na série Colonel X, um herói da resistência francesa. Os episódios são publicados na revista Coq Hardi durante dois anos. Nos anos seguintes, sempre com argumentos de MarijacMathelot desenha várias histórias completas, desde epopeias marítimas (Le fils du boucanier) a temas de antecipação (Alerte a la Terre).
No jornal Mireille, com a colaboração de Marijac, inicia a série Liliane hôtesse de l'air (1954-58) e L'orpheline du cirque (1954).
Em 1958, após terminar o último episódio de Liliane e uma história de automobilismo (Miss Cambouis), Mathelot retira-se da BD, inconformado com a falta de benefícios económicos, aliado a uma insegurança de um trabalho liberal sem segurança social. Decide abrir um negócio e tornar-se empresário.

Lili, hospedeira do ar

Liliane hotêsse de l’air
Aventura
(França) Mireille, 1954-1958
Marijac (argumento) e Christian Mathelot (desenho)
Estreia em Portugal: Cavaleiro Andante Nº Especial, Abril de 1955
Outras publicações: Cavaleiro Andante


Lili é uma bela e simpática jovem, hospedeira de aviões de longo curso. Indonésia, América do Sul, África são destinos para onde Lili viaja, juntamente com os seus amigos pilotos, Marc e Jacques. Entretanto, Lili enfrenta situações perigosas que tem de resolver com coragem e inteligência. A série tem como público central o leitor feminino.

Phil Perfect

Aventura
(França) Métal Hurlant, 1981-1986
Serge Clerc (argumento e desenho)
Outros autores:  Francis Gorin
Estreia em Portugal: Jornal da BD #118, 6 de Novembro de 1984


Phil Perfect é um jornalista especializado em música rock que se converte em detective privado. Juntamente com o seu companheiro Sam Bronx, consumidor de bebidas fortes, vai resolvendo casos intrigantes no mundo do espetáculo musical.
Serge Clerc é o criador desta série pós-modernista, sendo acompanhado por diversos argumentistas, como José-Louis Bocquet, François Gorin e François Landon.

Índia Dreams

Romance gráfico
(Bélgica) Éditions Casterman, 2002
Maryse Charles (texto) e Jean-François Charles (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Book Tree, Maio de 2003


Londres, Dezembro de 1944. Emy odeia a Índia, onde perdeu os seus pais aos 16 anos. Agora revive o passado com o diário de sua mãe, Amélie. Janeiro de 1930. Amélie chega com Emy a Bombaim, a fim de encontrar Thomas, seu marido, um capitão do exército indiano em Khalapour, no Radjasthan. Mas a busca é cansativa. Felizmente, Kenneth Lowther, um amigo de Thomas,  filósofo ateu e tutor, tenta explicar a Amélie a Índia desconcertante, a sua religião, os seus costumes e a magnificência dos seus marajás.

Baleia Azul

Morada: Rua Latino Coelho, 6-3º E
1050-136 Lisboa

Telefone: 213543337

Séries publicadas:
Dakar, Deuses de Altair (Os), Horus, Mutts, Sambre, Terceiro Testamento (O)

One-shots publicados:
  • Karlos Starkiller, Fernando Relvas, Colecção Bedeteca #1 [1997]
  • O artefacto perverso, Felipe Hernández Cava e Frederico Del Barrio, Colecção Bedeteca #2 [1998]
  • Diabruras da prima Zuca, Fernando Bento, Colecção Bedeteca #3 [1998]
  • As pombinhas do senhor Leitão, Miguel Rocha, Colecção Bedeteca #4 [1998]
  • Aventuras do Boneco Rebelde, Sérgio Luiz, Colecção Bedeteca #5 [1998]
  • Daqui a pouco, José Carlos Fernandes, Colecção Alboom #1 [1998]
  • A minha vida é um esgoto, Ana Cortesão,  Colecção Bedeteca #6 [1999]
  • O pirilau que vendia balões e outras histórias de Cottinelli Telmo, Cottinelli Telmo, Colecção Bedeteca #7 [1999]
  • Lua de guerra, 2000, Hermann e Jean Van Hamme [2000]
[actualizado a 16-3-2015]

Sambre

Histórico
(França) Circus #86, junho de 1985
Yann (argumento) e Bernard Yslaire (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Baleia Azul, Setembro de 1999
Outras publicações: Álbum Witloof


Estamos no início do século XIX. Bernard Sambre, um aristocrata falido, apaixona-se por Julie. Perseguida pelo ódio de Sarah, irmã de Bernard, ameaçando Julie de morte, esta foge para Paris. Bernard vai ao seu encontro. É na capital que se apresta a viver a Revolução de 1848 que o casal a espera um amor impossível.

Bibliografia portuguesa:
  • Olhos de sangue (Plus ne m’est rien…), 1986, Álbum Baleia Azul [1985]
  • Eu sei que tu virás (Je sais que tu viendras…), 1990, Álbum Witloof [2003]
  • Revolução, revolução (Révolution, révolution…), 1990, Álbum Witloof [2003]
  • Teremos que morrer juntos (Faut-il que nous mourions ensemble…), 1996, Álbum Witloof [2003]
[actualizado a 10-3-2015]

Clin d'Oeil

Humorístico
(França) Tintin, 1975-1985
Serge Ernst (argumento e desenho)
Estreia em Portugal: Tintin #35/10º ano, 14 de Janeiro de 1978
Outras publicações: Tintin Especial Anual, Álbum Edinter


Bibliografia portuguesa:
  • [gag], Tintin #35, #45, #47, #50, #51 e #52/10º ano; #6, #14, #20 e #30/11º ano; #34, #37, #40, #43, #48 e #49/12º ano; #30, #32, #39 e #43/14º ano; #1/15º ano
  • [gag], Tintin Especial Anual de 1978
  • Olho Vivo 1 (Clin d'Oeil), 1981, Álbum Edinter [1985]
  • Olho Vivo 2 (Deuxiéme Clin d'Oeil), 1982, Álbum Edinter [1985]
[actualizado a 11-3-2015]

José Carlos Fernandes

Desenhador, Argumentista
(Portugal) Loulé, 16 de Outubro de 1964


Começa por se fazer notar no meio alternativo dos fanzines portugueses, para além da coerência gráfica do seu trabalho, demonstra uma extraordinária propensão para a produtividade, que se veio a traduzir em inúmeras pranchas e ilustrações publicadas em diversas publicações alternativas de BD que surgiram na década de noventa.
O seu primeiro trabalho, datado de Dezembro de 1989, contava apenas com duas pranchas e chamava-se “Alix do outro lado do espelho”. O autor sugere a existência de um lado negro (mas mais divertido) do insuportável escuteiro defensor dos fracos e oprimidos Alix, o intrépido. Este trabalho vê a luz do dia nas páginas do nº2 do fanzine lisboeta Shock.
Em 1993, lança uma reflexão sobre a caixa que mudou o mundo com o seu Controlo Remoto.

Em 1994, a Associação Neuromanso publica “A Lâmina Fria da Lua”, obra que o catapulta para um público mais alargado.
Entre outros prémios, obtém, por três vezes, o Prémio Rafael Bordalo Pinheiro da C. M. de Lisboa (1991, 1993 e 1995), primeiros prémios nos concursos de BD de Matosinhos (1995) e Ourense (Espanha – 1995). Em 2001, é distinguido com o Prémio Humor do 14º Salão Livre de Humor Nacional de Oeiras. O primeiro volume de A Pior Banda do MundoQuiosque da Utopia, é eleito o Melhor Álbum Português de 2002 pelo Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora e pelo Diário de Notícias. O La Guia del Comic de Espanha atribui-lhe o terceiro lugar no top dos melhores álbuns de BD de 2002 publicados em nível internacional.

adaptado de Wikipédia

Christian Vanel

Aventura
(França) Spirou #1499, 1967-1968
Dan Daubenay (argumento e desenho)
Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras (2ª fase) #100, 28 de Agosto de 1975


O tenente Christian Vanel é o comandante do Albatros que navega nos mares do Sul sobre a proteção do rei Luís XV. Esta efémera série, com apenas dois episódios, conta-nos as aventuras de Vanel e a sua tripulação, visitando locais inóspitos com populações hostis.
A série concebida pelo espanhol José Larraz, sob o pseudónimo de Dan Daubeney, encontra-se integralmente publicada em Portugal.

Sobre os traços do Drácula

Sur les traces de Drácula
Histórico
(Bélgica) Éditions Casterman, 2006-2006
Yves H. (argumento) e Hermann (desenho)
Outros autores: Dany
Estreia em Portugal: Álbum Vitamina BD, 2006


A epopeia  sangrenta de Vlad Dracula, dito o Empalador, príncipe da Valáquia no final da Idade Média.

Bibliografia portuguesa:
  • Vlad, o empalador (Vlad, l’empaleur), Hermann e Yves H., 2006, Álbum Vitamina BD [2006]
  • Transilvânia (Transylvania), Dany e Yves H., 2006, Álbum Vitamina BD [2007]
[actualizado a 7-3-2015]

Renato Polese

Argumentista, Desenhador
(Itália) Roma, 27 de Abril de 1924 - Latium, 9 de Maio de 2014


Renato Polese nasceu em Roma em 1924 e começou a trabalhar, após a 2ª Grande Guerra, no prestigiado jornal Il Vittorioso. A partir de 1954, os seus trabalhos começam a ser publicados na imprensa britânica, nomeadamente, na Fleetway.
Mas será a partir de 1967 que a carreira de Polese conhece o merecido sucesso após se associar ao editor Serge Bonelli. Encontramos neste período grandes sucessos editoriais como a Storia del West que, com a colaboração do argumentista Gino D'Antonio, nos narra a epopeia de uma família de colonos na descoberta do Oeste norte-americano.
A partir de 1970, começa uma longa colaboração no jornal Il Giornalino, desenhando Babe Ford (com Mario Basari), Pony Express (Gianni Caratelli), Sheriff (Alberti), Viaggio al centro della Terra, entre muitas  outras histórias.
Nos anos oitenta, Polese inicia, novamente com D'Antonio, o western Bella e Bronco, primeira série da Bonelli onde uma mulher é a protagonista principal. Participa também nas séries Ken ParkerNick Raider e Zagor.
Em 2006, ilustra O legionário, com argumento de Stefano Piani, uma história sobre a Legião Estrangeira.

As Religiões da Bíblia

Histórico
(França) Éditions Dargaud, 1984-1985 
Claude Moliterni (argumento) e Jaime Brocal-Remohi (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Edições ASA, 1992


A história da Bíblia em banda desenhada.

Bibliografia portuguesa:
  • Dos patriarcas ao êxodo (Le peuple juif - les patriarches), 1984, Álbum Edições ASA [1992]
  • O primeiro templo (Le peuple juif – le premier temple), 1984, Álbum Edições ASA [1992]
[actualizado a 6-3-2015]


Ogan

Aventura
(França) Impéria, 1963-1972
Bañolas (argumento) e Jaime Brocal Remohi (desenho)
Outros artistas: Adolfo Buylla, Franscisco Puerta, Jaime Suez, César Lopez
Estreia em Portugal: O Falcão (2ª Série) #460, 20 de Maio de 1969


Estamos no ano 880 nas terras de Hordelan, onde os senhores vivem das pilhagens. Mercos, príncipe do reino de Nesttun, aceita, ao contrário de todos os seus guerreiros, a autoridade de Harald Haarfager. Mercos e a sua esposa são assassinados pelo cruel Sermund, futuro rei de Nesttun. Contudo, antes confiam o seu bebé Ogan a Kiron que o leva para a floresta na companhia de um ermita erudita, de nome Augustin. Já adulto, Ogan decide ajudar Harald a apanhar Sermund de Nesttun.

Capitão Caraíba

Aventura
(Bélgica) Spirou #1864, 1974-1977
Jean-Pierre Rogé (argumento e desenho)

Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras (2ª fase) #201, 4 de Agosto de 1977


Bibliografia portuguesa:
  • [-] (L’ombre de l’urubu), Mundo de Aventuras (2ª fase) #201
[actualizado a 2-3-2015]

Cañari

Heroic Fantasy
(Bélgica) Éditions Soleil Productions, 2005
Crisse (argumento) e Carlos Meglia (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Vitamina BD, Dezembro de 2006


México, antes da conquista espanhola. Cañari presencia, impotente, ao desaparecimento do seu irmão numa praia. No decurso da busca, Kia, sua irmã, descobre uma misteriosa pulseira.

México, século XXI. Curiosamente, Wayne surfa na mesma praia, pouco reputada pelas suas ondas. A razão por que aí se encontra foi um bilhete-postal que lhe foi enviado...

Canardo

Policial
(França) (À Suivre) #2, Março de 1978
Benoît Sokal (argumento e desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Meribérica, 1990
Outras publicações: Selecções BD (1ª série)


Canardo é um pastiche às séries policiais televisivas norte-americanas, nomeadamente à série Columbo. Canardo é um pato humanizado, usando uma gabardina, cigarro permanente na boca, detective de casos policiais. Os seus inimigos são os humanizados Raspoutine, gato com olhos de ouro, Claradovna, uma cegonha diabólica, a tímida gata Alexandra e a Emily, a única humana da série.

Os Campistas

Les campeurs
Humorístico
(França) Éditions Bamboo, 2006
Veerle Swinnen (argumento) e Éric Maltaite (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Edições ASA, Junho de 2011


Aventuras rocambolescas de um grupo de campistas.

Bibliografia portuguesa: 
  • Parque de campismo da Bela Vista (Camping Belle-vue), 2006, Álbum Edições ASA [2011]
[actualizado a 1-3-2015]

Cabra-cega

Colin-maillard
Romance gráfico
(França) Á Suivre #107, 1986
Max Cabanes (argumento e desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Meribérica, 1988


Bibliografia portuguesa:
  • Bertille (Bertille), 1988, Selecções BD (1ª série) #32
  • Marie-Anje (Marie-Anje), 1988, Selecções BD (2ª série) #4
  • A menina (La demoiselle), 1988, Selecções BD (1ª série) #36
  • Cabra-cega [colectânea] (Colin-maillard), 1989, Álbum Meribérica [1989]
[actualizado a 1-3-2015]

Esta página destina-se a compilar a banda desenhada publicada nas revistas portuguesas do século XX. Os dados constantes desta base de dados foram retirados das revistas, álbuns, bibliografia especializada e páginas da Internet. As informações constantes desta base de dados não se consideram completas, sendo meramente uma comparticipação do autor para o estudo da banda desenhada publicada em Portugal. Contudo, as bases de dados estão em permanente actualização. A catalogação dos episódios está, quando possível, ordenada por ordem cronológica da sua edição no país de origem. Nos autores, o primeiro nome refere-se ao desenhador. O ano refere-se à primeira publicação do episódio. Desde já, agradeço quaisquer colaborações para o desenvolvimento desta página, enviando correcções, aditamentos ou sugestões através do formulário da página.