Jim das Selvas

Jungle Jim
Aventura
(EUA) King Features Syndicate,  7 de Janeiro de 1934 - 8 de Agosto de 1954
Alex Raymond (argumento e desenho)
Outros artistas: Don Moore, Paul Norris
Estreia em Portugal: Condor Popular #8/1º volume, 20 de Maio de 1951
Outras publicações: Condor Mensal, Mundo de Aventuras (1ª fase), Álbum do Mundo de Aventuras, Enciclopédia O Mosquito, Mundo de Aventuras (2ª fase), Mundo de Aventuras Especial, Álbum Editorial Presença, Álbum Editorial Futura


Estamos nos inícios dos anos trinta do século passado. A série Tarzan, herói de romances de Edgar Rice Burroughs, transportada para a banda desenhada por Harold Foster e distribuída pela United Features Syndicate, é um estrondoso sucesso. A principal concorrente, a King Features Syndicate, responde ao sucesso de Tarzan, apelando ao seu melhor talento, Alex Raymond, desenhador de Flash Gordon, para criar uma série de aventuras na selva, tendo a colaboração de Don Moore nos argumentos.
E, em 7 de Janeiro de 1934, começa a ser distribuída pelos jornais norte-americanos a primeira tira de Jungle Jim, aportuguesado para Jim das Selvas, como tira complementar de uma prancha semanal.
Contrariamente a Tarzan, Jungle Jim, vive as suas aventuras nas selvas asiáticas. De nome verdadeiro Jim Bradley, o herói é um caçador de animais, evoluindo para defensor ecológico contra todo o tipo de traficantes. O seu parceiro chama-se Kolu (comparável ao Lothar da série Mandrake) e, anos depois, passa a ter a companhia da charmosa Lil' de Vrille, uma verdadeira "mulher fatal" inspirada na actriz Myrna Loy.
Com a Segunda Guerra Mundial, Jim Bradley veste a pele de patriota e ingressa no Exército dos EUA como capitão, combatendo os japoneses no Pacífico. É nesta altura (1944) que Alex Raymond abandona a série para servir na Marinha norte-americana no conflito militar, sendo substituído por Austin Briggs.
Terminado o conflito, Jungle Jim torna-se agente do FBI.
Em 1948, Briggs cede o seu lugar a Paul Norris, que com Don Moore, assegura a série até ao seu final em 8 de Agosto de 1954, após vinte anos de aventuras.

Bibliografia portuguesa:_

  • 1934/01/07-1934/08/13 - Contra bandidos e feras, Alex Raymond e Don Moore, Mundo de Aventuras (2ª fase) #136 a #147 
  • 1934/08/14-1934/11/27 - Karnak, Alex Raymond e Don Moore, Mundo de Aventuras (2ª fase) #487 a #532
  • 1935/11/03-1936/10/18, Alex Raymond e Don Moore, Álbum Editorial Presença [1973]
  • 1935/07/14-1935/10/27, Alex Raymond e Don Moore, Enciclopédia «O Mosquito»,3
  • 1936/11/08-1937/09/05, Alex Raymond e Don Moore, Enciclopédia «O Mosquito»,8
  • 1938/08/14-1939/05/21, Alex Raymond e Don Moore, Álbum Editorial Futura [1988]
  • 1939/01/29-1939/05/21, Alex Raymond e Don Moore, Mundo de Aventuras (2ª fase) #513 a #533
  • 1949/07/10-1949/09/10, Paul Norris Don Moore, Mundo de Aventuras Especial #30
  • 1951/06/??-1951/08/?? - Luta com os contrabandistas, Paul Norris e Don Moore, Condor Mensal #8
  • A ilha do terror, Paul Norris e Don Moore, Mundo de Aventuras (1ª fase) #200 a #215
  • Narani, a terra proíbida, Paul Norris e Don Moore, Álbum do Mundo de Aventuras,
  • A morte do cobarde, ? ,Condor Popular, #8/1º vol.


[actualizado a 12-2-2015]
Esta página destina-se a compilar a banda desenhada publicada nas revistas portuguesas do século XX. Os dados constantes desta base de dados foram retirados das revistas, álbuns, bibliografia especializada e páginas da Internet. As informações constantes desta base de dados não se consideram completas, sendo meramente uma comparticipação do autor para o estudo da banda desenhada publicada em Portugal. Contudo, as bases de dados estão em permanente actualização. A catalogação dos episódios está, quando possível, ordenada por ordem cronológica da sua edição no país de origem. Nos autores, o primeiro nome refere-se ao desenhador. O ano refere-se à primeira publicação do episódio. Desde já, agradeço quaisquer colaborações para o desenvolvimento desta página, enviando correcções, aditamentos ou sugestões através do formulário da página.