Alex Raymond

Alexander Gillespie Raymond
Argumentista, Desenhador
(EUA) New Rochelle, 12 de Outubro de 1909 - Westport, 6 de Setembro de 1956


Depois de alguns trabalhos como assistente no final dos anos 20 nas séries Tim Tyler's Luck e Tillie the Toiler, Raymond alcança a notoriedade quando é contratado, em 1934, para desenhar Flash Gordon, um personagem concorrente de Buck Rogers, o primeiro herói espacial. Para completar a página, desenha Jim das Selvas, inspirado nas aventuras da selva de Tarzan. Também em 1934, concebe o Agente Secreto X-9, desenhando-o até Novembro de 1935, com argumentos de Dashiell Hammett. Absorvido com muito trabalho, Raymond faz-se assistir por Austin Briggs.
Depois dos êxitos nos anos 30 e início dos anos 40, Raymond interrompeu em 1944 a carreira para ingressar como militar na Segunda Guerra Mundial, servindo como fuzileiro nas batalhas do Pacífico. De regresso da Guerra, retoma o trabalho artístico anterior, criando outro personagem de sucesso internacional: Rip Kirby. Por esse trabalho, recebe o prémio Reuben em 1949, concedido pela National Cartoonists Society, da qual é presidente de 1950 a 1951. Em 1956, falece num acidente de viação na companhia de Stan Drake, que sobrevive ao desastre automobilístico. 

Agente Secreto X-9

Policial
(EUA) King Features Syndicate, 22 de Janeiro de 1934 - 17 de Junho de 2001
Alex Raymond (desenhos) e Dashiell Hammett (textos)
Outros artistas: Charles Flanders, Robert Storm, Nicholas Afonsky, Austin Briggs, Mel Graff, Bob Lubbers, Al Williamson, Archie Goodwin
Estreia em Portugal: O Pirilau #1, 4 de Novembro de 1939
Outras publicações: DiabreteMundo de Aventuras (1ª fase)CicloneCondor PopularPolicial (Mundo de Aventuras)Jornal do CutoEnciclopédia «O Mosquito»JaguarMundo de Aventuras (2ª fase)Canguru (1ª série)TicoMundo de Aventuras EspecialHerói (2ª série)MorteiroAgente Secreto X-9GriloSuper GriloSelecções (Mundo de Aventuras)Êxitos da TV, Álbum Edições 70SecretoAcção, Álbum Editorial Futura


Secret Agent X-9 é um personagem da BD criado por Dashiell Hammett (autor de The Maltese Falcon) e o desenhador Alex Raymond (autor de Flash Gordon). Surgido como tira de jornal em 1934, foi distribuída pela King Features Syndicate até 1996.  X-9 era um agente sem nome que trabalha para uma agência igualmente sem denominação. Nos anos 40, passou a ser chamado de "Phil Corrigan" e as tiras foram renomeadas para Secret Agent Corrigan. A agência passou a ser o FBI durante um período em que essa agência gozou de popularidade. Nas aventuras, X-9 era uma combinação de agente secreto e de detective particular. A tira foi continuada por Charles Flanders (1937), Robert Storm (1938-1943?), e desenhada por Mel Graff de 1939 até aos anos 60. O nome de Phil Corrigan foi inspirado em Phil Cardigan, um dos personagens iniciais de Graff. X-9 passa a ter um parceiro (Bing) e uma namorada (Wilda Dorray). Depois de Graff, as tiras foram produzidas por Bob Lewis (1960-1966). De 1967 até 1980, foi escrita por Archie Goodwin e desenhada por Al Williamson, dupla que também produziu a tira de Star Wars. O último artista foi o veterano George Evans que escreveu e desenhou a série de 1980 até ao seu final em 1996. Em 2000/01, o X-9 apareceu como convidado especial na prancha dominical de Flash Gordon.

Giancarlo Alessandrini

Argumentista, Desenhador
(Itália) Jesi, 20 de Março de 1950


Alessandrini entrou no mundo da BD em 1972. Depois de ilustrar várias histórias para publicações de bolso, começou a trabalhar para a revista Il Corriere dei Ragazzi, onde começou uma colaboração com o argumentista Mino Milani. A sua primeira história foi Il Cifrario del Maggiore Martin, um episódio da série L'inviato nel Tempo. Alessandrini trabalha com argumentistas como Pier Carpi, Manocchia, Alfredo Castelli, Ventura, Selva e Maltês. Com Milani, cria, em 1973, a série de ficção científica Ano 2000, seguido por Lord Shark, anos mais tarde.
Passa pelo Il Giornalino com dell'Avventura Confini Ai, Storie di Tutti i Tempi e Rosco & Sonny (com argumentos por Nizzi), e colabora em alguns episódios de Ken Parker com Berardi e Milazzo. Para o Supergulp, revista da editora Mondadori, ilustra os primeiros episódios da série Allan Quatermain, o precursor do Martin Mystère.
Além disso, Alessandrini em parceria com Roberto Dal'Pra produz, em 1990, L'Uomo di Mosca no periódico Torpedo e, em 1991, Anastasia Brown no Comic Art. Nesta revista, Alessandrini escreve e desenha Fatti e Misfatti no Planeta Arium, uma série de gags curtos.
Em 1993, desenha Indiana Jones com argumento de Claude Moliterni para a editora francesa Bagheera. Em 2001, ilustra Outremer, a saga de ficção científica com argumento de Beretta.

Eduardo Risso

Desenhador
(Argentina) 23 de Novembro de 1959


Eduardo Risso faz a sua estreia profissional com a editora Columba, em 1981, publicando o seu primeiro trabalho no jornal La Nación. Em meados dos anos 80, ilustra duas BD’s para a Editoriale Eura, em Roma, Chas e Caim, ambos com argumentos de Ricardo Barreiro. Em 1989, junta-se a Carlos Trillo para criar a fantástica saga Fulù, editada na revista Puertitas.
Com o mesmo argumentista, Risso desenha Simon, une Aventure Américaine, JC Bento, Chicanos e Borderline. Em 1997, começa a colaborar com a editora norte-americana Dark Horse para ilustrar uma adaptação do filme Alien Resurrection. Este foi seguido por Aliens: Wraith em 1998 e Video Nocturno, em 2001, uma história que criara para a editora francesa Albin Michel, em 1994.
Em 1998, trabalha com Brian Azzarello na mini-série Jonny Double. Também com Azzarello começa a premiada série 100 Bullets para a Vertigo, em 1999, bem como um mini-série do BatmanBroken City em 2003-04. A sua passagem na Vertigo incluem Flinch, Heart Throbs, Batman: Gotham Knights, Transmetropolitan e Winter Edge.
Além disso, ilustra Spider-Man's Tangled Web Logan para a Marvel, e histórias publicadas na revista Heavy Metal. Para o mercado europeu, Risso continua a sua colaboração com Carlos Trillo para a editora Albin Michel com EuVampiro (2000-2010), Palestras Macabres (2001) e Tabasco Blues (2002), e para a Delcourt com Point de Rupture (2009).

Sérgio Toppi

Argumentista, Desenhador
(Itália), Milão, 11 de Outubro de 1932 - Milão, 21 de Agosto de 2012


Sérgio Toppi inicia a sua carreira de ilustrador na Enciclopedia dei Ragazzi. Na mesma época, realiza várias curtas metragens em animação. Em 1966, publica a sua primeira BD na revista Corriei dei Piccoli, uma biografia de Pietro Mica, um herói da região de Piemonte. A partir de 1976, começa a colaborar na colecção Un Uomo, uno Avventura. Participa com vários trabalhos nas revistas italianas Linus, Alter, Sgt Kirk, Corto Maltese e Il Giornalino. Para o mercado francês, faz parte do colectivo que produz a Histoire de France en BD e A Descoberta do Mundo em BD. Em 1992, recebe o prémio Yellow Kid para o melhor desenhador do ano no 19º Salão Internacional de BD de Lucca

Cedric

Histórico
(Bélgica) Tintin, 1975
Ferry (texto e desenhos)
Estreia em Portugal: Almanaque Tintin #2, Maio de 1983


Bibliografia portuguesa:
  • Anacronismo (Anachronisme), 1975, Almanaque Tintin #2
  • O julgamento de Deus (Le jugement de Dieu), 1975, Almanaque Tintin #7
[actualizado em 30-12-2014]

Cristal

Ficção científica
(Bélgica) Spirou #2280, 1981-1988
Raymond Maric (argumento) e Raphael-Carlo Marcello (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Meribérica, 1988


Cristal é um humanoide que chega à Terra após o naufrágio de uma nave espacial. Torna-se amigo de Alain Plessis, que descobre que o corpo de Cristal é poderoso e vulnerável. Perseguido pelo exército americano, recusa-se a ser uma cobaia científica.

Os Cinco em Banda Desenhada

Le Club des Cinq
Aventura
(Grã-Bretanha), 1942 
Autores anónimos (argumento e desenhos)
(França), Journal du Mickey
Serge Rosenzweig (argumento) e Bernard Dufossé (desenho)
Outros artistas: Raphael Carlo Marcello
Estreia em Portugal: Álbum Editorial Notícias, Outubro de 1983
Outras publicações: BDN

Adaptação à banda desenhada da obra de Enid Blyton.

Lord Shark

Histórico
(Itália) Il Corrieri dei Ragazzi, 1975 - 1976
Milo Milani (argumento) e Giancarlo Alessandrini (desenhos)
Estreia em Portugal: Jornal do Cuto #133, 18 de Fevereiro de 1976


Índia, 1880. Os rebeldes de Shiraz Nashri combatem as tropas britânicas nas montanhas de SikkimPhlip Corbett, o Lord Shark, é o comandante das tropas inglesas.

Bob Crockett

Western
(Itália) Corrieri del Piccoli nº 40-63º ano, 3 de Outubro de 1971
Milo Milani (argumento), Jorge Moliterni (desenho)
Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras Especial nº 7, Maio de 1976
Outras publicações: Selecções do Mundo de Aventuras

Aventuras do filho de Davy Crockett na conquista do Oeste norte-americano.

Ano 2000

Anni 2000
Ficção Científica (Itália) Il Corrieri dei Ragazzi, 1972 - 1975
Milo Milani (argumento) e Giancarlo Alessandrini (desenhos)
Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras (2ª fase) nº 279, 8 de Fevereiro de 1979


O velho professor Butchein percorre o espaço numa nave espacial, acompanhado por uma equipa de cientistas de todas as raças que enfrentam vários inimigos que querem travar o seu caminho.   

Gipsy

Antecipação
(França) Éditions Dargaud, 1993-2002
Thierry Smolderen (argumento) e Enrico Marini (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Meribérica, Janeiro de 2001
Outras publicações: Álbum Edições ASA


A série decorre no século 21, onde a camada de ozónio obrigou ao cancelamento das viagens aéreas, exceptuando algumas aeronaves. O mundo agora está ligado por um sistema de auto-estradas chamadoo C3C. Ao mesmo tempo, o arrefecimento global tem se intensificado, e grandes áreas do globo estão cobertos de neve, terrenos inóspitos e difíceis de atravessar, mas também permitindo conexões em terra, através do norte ártico.

A Estrela do Deserto

L’ étoile du desert
Western
(França) Éditions Dargaud, 1996-1996
Stephen Desberg (argumento) e Enrico Marini (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Edições ASA


Matthew Montgomery, alto funcionário do governo de Washington, acérrimo defensor da lei, descobre que a sua esposa e filha foram assassinadas, tendo esta uma estrela gravada no peito. Transfigurado pela dor, decide partir na busca do assassino.
A sua rota leva-o a Topeka, onde encontra Cauldray, proprietário de bordéis da companhia ferroviária, onde uma das prostitutas se chama Estrela do Deserto. Ajudado pelo índio Wakita, acaba por encontrar o criminoso. Este western violento e realista é composto por dois volumes, ambos publicados em Portugal.

Os Dossiers de Oliver Varése

Aventura
(França) Editions Alpen Publishers, 1990-1993
Marelle (argumento) e Enrico Marini (desenho)
Outros autores: Thierry Smolderen
Estreia em Portugal: Álbum Edições ASA, Setembro de 2003


Olivier Varese é um repórter do The Globe. Pateta, distraído e irritadiço, tem o dom de encontrar histórias onde se escondem muitos perigos. Ele viaja para todo o mundo, à procura de um furo jornalístico do século, mas com um coração de ouro, a maioria das vezes está na luta ajuda contra as dificuldades dos povos.

As Águias de Roma

Les aigles de Rome
Histórico
(França) Éditions Dargaud, 2007
Enrico Marini (argumento e desenho)
Estreia em Portugal: Edições ASA, Maio de 2011



A ação decorre na Roma antiga, onde a intriga, a rivalidade, o amor são os ingredientes fulcrais da série. Roma, vencedora da guerra contra os Germanos, fica com o jovem filho do príncipe vencido, que será educado pelos cânones romanos. Essa tarefa ficará a cargo de Marcus e Tito. Até que ponto o príncipe refém Ermanamer se transforma em romano ou ficará sedento de vingança pelos “sequestradores”.

Kronan

Fantástico
(Espanha) Trinca, 1972
Jaime Brocal-Remohi (argumento e desenhos)
Estreia em Portugal: Jacto #59, 12 de Dezembro de 1972


De cabelo ruivo e corpo atlético, Kronan é um intrépido guerreiro viking. Acompanhado pelo louro Thruda, lutam, protegidos pelos deuses, contra as forças do Mal. Kronan renascerá em França com o nome de Taar.

O Império de Trigan

The Trigan Empire
Ficção Científica 
(Inglaterra) Ranger #1, 18 de Setembro de 1965 - Look and Learn, Abril de 1982
Mike Butterworth (argumento) e Don Lawrence (desenhos)
Estreia em Portugal: Jacto #1, 3 de Novembro de 1971


Tudo tem início na Florida, onde uma misteriosa astronave se despenha, morrendo a sua tripulação. Contudo, a nave continha um conjunto de informações sobre a história doReino de Trígia, situado no planeta Eleckton. Nesse reino, o soberano Trigan construiu uma cidade de Trígia, a «cidade das cinco colinas». Os documentos contam a ascensão do monarca e o desenvolvimento do vasto Império de Trigan. Após cinquenta episódios, Don Lawrence abandona a série em 1976 e vários artistas asseguram-na até ao seu final em 1982.

Mark Trent

Ficção científica
(França) Pilote #1, 29 de outubro de 1959 [um episódio]
Raymond Poivet (argumento e desenho)
Estreia em Portugal: Álbum do Cavaleiro Andante #92, Janeiro de 1962

Bibliografia portuguesa:
  • Viagem no tempo (Voyage dans le temps), 1959, Álbum do Cavaleiro Andante #92
[actualizado em 29-12-2014]

Sam Billie Bill

Western
(França) Vaillant, 1949-1962
Roger Lécureux (textos) e Lucien Nortier (desenhos)
Estreia em Portugal: O Mosquito (1ª série)
Outras publicações: Mundo de Aventuras (1ª fase), Tigre (1ª série), Selecções do Mundo de Aventuras

Estamos em 1845. A família do jovem Sam Billie Bill e da sua irmã Jessie deixam o Oklahoma em busca do ouro nas terras do Oeste americano. No vale do Sacramento, a carroça tem um desastre, deixando o jovem Sam sozinho. Contudo, o caçador Longue Couleuvre ajuda-o a passar a amargura das perdas familiares. Torna-se amigo de Bep, um velho prospetor de ouro e juntos percorrem o velho Oeste, vivendo momentos marcantes da História do western.

Hourrah Freddie!

Policial
(França) Vaillant #151, 7 de Março de 1946 - Vaillant #448, 13 de Dezembro de 1953
Anónimo (argumento) e Claude-Henri (desenhos)
Estreia em Portugal: O Gafanhoto #55


Inteligente e atlético, Freddi é um investigador policial. Boxista, piloto de automóveis, bom esquiador, campeão náutico, Freddi é um desportista completo. A sua coragem e inteligência permitem-lhe combater com sucesso os criminosos e malfeitores. Freddi é ajudado por Bob, jornalista desportivo, que o acompanha nas suas aventuras desportivas e policiais. Presume-se que os textos possam ser de Roger Lécureux

Valentin, o Vagabundo

Humorístico
(França) Pilote #123, 1 de março de 1962-Lucky Luke #9, novembro de 1974
René Goscinny (argumento) e Jean Tabary (desenho)
Estreia em Portugal: Pisca-Pisca #25, Março de 1970

Valentin é um jovem vagabundo que adora andar no campo. Culto, um pouco poeta, nada corajoso, muito curioso do que se passa em redor. Gosta de ajudar os mais fracos contra pessoas menos honestas.
A série começa com histórias curtas, mas o seu sucesso permite avançar com episódios em continuação.

As Memórias de Mathias

Histórico
(França) Tintin, 1981
Marcel Uderzo (desenho) e Moloch (argumento)
Estreia em Portugal: Álbum Publicações Dom Quixote, Novembro de 1982

Bibliografia portuguesa:

  • O tambor mágico (Le tambour magique), 1981, Álbum Publicações Dom Quixote [1982]
[actualizado em 29-12-2014]

Os Comandos da Natureza


Les Commandos de la nature
(Bélgica) Spirou #1866, 1973-1974
Victor Mora (textos) e Aldoma Puig (desenhos)
Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras (2ª fase) #81, 17 de Abril de 1975

Um comando que luta nos quatro cantos do mundo contra a poluição.

Condor [série amarela]

Datas de publicação: #1 (8 de Abril de 1972) a #696 (1985?)
Dimensões aproximadas: 120x165 mm
Cor: P/B
Periodicidade: Semanal
Diretor: [#1..#65?] Mário de Aguiar
[#?81..#151?] Vitoriano Rosa
[#172?..#515?] Baptista Rosa
[#556?..#652?] António Verde
Propriedade: Aguiar & Dias Lda.


Séries publicadas:
Adam & Evans, Aram, Archie o robot, Arqueiro Verde, Big Ben Bolt, Brain Drayne, Buck Jones, Buscadores, Capitão Audaz, Capitão Ciclone, Comandos de Aço, Dan Flagg, Danger Man, Daredevil, Davy Crockett, Demónios sobre rodas, Diaman, Estarolas, Estrada Q, Fantasma, Fishboy, Galaxus, Garth, General Custer, Gringo, Guardião Fantasma, Hotel Safari, Inquisidores, Irmãos Conway, James Bond, Janus Stark, Jet-Ace Logan, Jim Canada, Jim Hawk, John Speed, Johnny Coogar, Johnny Hazard, Kansas Kid, Kit Carson, MacTavish & O'Toole, Mandrake, Mark Trail, Matt Marriott, Mike & Rusty, Nat Murphy & Pal Joe, Nelson Lord, Paul Temple, Príncipe ValenteRip Kirby, Roy MacDuffy, 6 Gladiadores (Os), Semuth, Serpente, Sexton Blake, Skid Kids, Superboy, Texas, Tim Tyker's Luck, Trouble Seekers, Typhoon Tracy, Wes Slade

[actualizado em 16-2-2015]

Adam & Evans

Policial
(Espanha)
Victor Mora (textos) e José Gual (desenhos)
Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras (1ª fase) #1141, 5 de Agosto de 1971
Outras publicações: Condor (série amarela)

Bibliografia portuguesa:
  • A louca, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1141
  • Far-west, Condor (série amarela) #69
[actualizado em 29-12-2014]

Ray "25"

Ficção Científica
(Bélgica) Tintin, 1971
Victor Mora (argumento) e Carlos Giménez (desenhos)

Estreia em Portugal: Tintin #22/7º ano, 19 de Outubro de 1974

Dani Futuro

Ficção Científica
(Espanha) Gaceta Junior #63, 25 de Dezembro de 1969 - (Bélgica), Tintin #3/31º ano, 13 de Janeiro de 1976
Victor Mora (argumento) e Carlos Giménez (desenhos)

Estreia em Portugal: Tintin #34/7º ano, 11 de Janeiro de 1975


Filho de um sábio do século XX, Dani Futuro encontra-se preso nos gelos após uma acidente de avião. O seu corpo mumificado é encontrado cerca de duzentos e cinquenta anos mais tarde. Dani Futuro descobre assim o futuro da Terra, ficando amigo da bela Iris, do fiel Dosian e do robot Jules

Memory

Fantástico
(França) Circus #88, agosto de 1985-Circus #114, outubro de 1987
Patrick Cothias (argumento) e Philippe Sternis (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Meribérica, 1988


Milhares de insectos ameaçam invadir o planeta Terra. Orientados pelo professor canadiano Zébulon, um grupo de jovens (Victoria G’no, Alvina Malvyna, Audrew Savage e Nicanor Boulivitch) lançam-se em busca de uma solução para salvar o planeta.

Alise e os Argonautas

Ficção Científica
(França) Circus #102, 1986 - Circus #121, 1988
Patrick Cothias (argumento) e Alfonso Font (desenhos)

Estreia em Portugal: Álbum Meribérica, 1990 


Em 2032, a França é governada pelo presidente Pélias que utiliza as guerras bacteriológicas para aterrorizar o seu povo. A fome e a poluição reinam por todo o lado. Alise festeja os seus vinte anos junto do seu pai adoptivo Chiron. Após saber que o seu verdadeiro pai é prisioneiro de Pélias, parte à sua procura.  

Fulù

Aventura
(Argentina) Puertitas, 1989-1992 
Carlos Trillo (argumento) e Eduardo Risso (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Meribérica, 1992


Fulù é uma criatura feita para o prazer dos homens. Capturada pelos marinheiros do capitão espanhol Da Fontes, chega ao Brasil, onde escapa, percorrendo terras e florestas na esperança de voltar à África natal. Fulù é a história de uma mulher inteligente e apaixonada, onde o seu destino trágico é animado pela magia negra. 

Eu Vampiro

Boy Vampiro
Fantástico
(Espanha) Editorial Columba, 1992 - Norma Cómics, 2005
Carlos Trillo (textos) e Eduardo Risso (desenhos)
Estreia em Portugal: Álbum Vitamina BD, 2003


A história começa pela queda de um estranho meteorito durante a época do Antigo Egito . Depois de sofrer os seus efeitos, os vampiros adquirem força, velocidade e força superior, podendo moverem-se de dia e de noite, serem regenerados pela luz solar e sendo, praticamente, indestrutíveis. 

O protagonista é um menino, filho de faraó Khufu , cujo pai morreu antes que pudesse dar-lhe um nome. Liderados por uma existência solitária frenético, foge do seu inimigo Ahmasi, a concubina favorita de seu pai e sacerdotisa de um deus serpente, mulher cruel e implacável, obcecada em destruí-lo.

Bird

Policial
(França) Erko, 2001
Carlos Trillo (textos) e Juan Bobillo (desenhos)
Estreia em Portugal: Álbum Vitamina BD, Junho de 2001

Alvar Mayor

Aventura
(Argentina) 1977-1981
Carlos Trillo (argumento), Henrique Breccia (desenhos)
Estreia em Portugal: Selecções BD (2ª série), Setembro 1999


Alvar Mayor (filho de um dos homens de Pizarro, exército espanhol invasor) é um dos primeiros brancos a nascer no PeruAlvar é o guia de expedições em busca do Eldorado mítico. Sob o palco do século XVI, Alvar, na companhia do índio Tihuo, trava uma guerra pessoal contra a crueldade dos descendentes espanhóis sobre os nativos peruanos. 

Alix

Histórico
(Bélgica) Tintin #38 (3º ano), 16 de Setembro de 1948
Jacques Martin (argumento e desenhos)
Outros artistas: Rafael Morales, François Maingoval, Patrick Weber, Simon Christophe
Estreia em Portugal: Tintin #12/6º ano, 11 de Agosto de 1973
Outras publicações: Álbum Edições 70, Álbum Público/Edições ASA, Álbum Edições ASA

As aventuras de Alix decorrem em plena ascenção do Império Romano nos anos 50 A.C.. Alix é um jovem gaulês que descobre uma parte das suas origens após a morte do seu «proprietário» Honorus Galla. Liberto da escravidão, Alix participa na grande aventura do Império Romano, na companhia do seu amigo Enak, descobrindo múltiplas civilizações, desde o Egipto à China. A obra é de grande qualidade documental, sendo os argumentos garantidos pelo próprio Jacques Martin. A progressão da miopia impede-o de continuar a desenhar, assegurando os textos. Após a sua morte e por vontade do autor, as aventuras de Alix prosseguirão e em 2012 é publicada uma série spin-offAlix Senator.

Os Caminhos da Glória

Les Chemins de la Gloire
História
(Bélgica) Vécu, 1985
Jan Bucquoy (argumento) e Daniel Hulet (desenho)

Estreia em Portugal: Álbum Meribérica, 1988


Raymond Lécluse termina o seu serviço militar na famosa Linha Maignot. Estamos nos anos 30 do século XX e Raymond, desmobilizado, tem dificuldade em encontrar emprego. Um dia, assiste a uma carga da polícia sobre os grevistas. Acusado de ter morto um polícia, foge para Paris onde tenta ser escritor. Mas os seus primeiros sucessos encontra-os no boxe. O seu encontro com a milionária Claire Guyaux abre-lhe as portas do grande mundo do prazer e do lazer. Contudo, é reconhecido, evita a prisão e é recrutado para a  Legião Estrangeira. Para um jovem em busca do sucesso, esse passa por um período forçado no norte de África.

Riesling e Bôjolet

Humorístico
(França) Tintin, 1965-1966
Mazel (texto e desenho)
Outros autores: Jacques Acar
Estreia em Portugal: Pisca-Pisca #8, Agosto de 1968


Bibliografia portuguesa:

  • O ladrão de motorizadas (Le voleur de Mobilette), Mazel. 1965, Pisca-Pisca #8
  • Cabelos ao vento (Bono s'evade), Mazel e Acar, 1965, Pisca-Pisca #10
[actualizado em 28-12-2014]

Max, o Explorador

Humorístico
(Bélgica) France Soir, 1955
Bara (argumento e desenho)
Estreia em Portugal: Tintin #32/1º ano, 4 de janeiro de 1969
Outras publicações: Almanaque Tintin


Com o seu chapéu colonial e a sua camisa branca, Max é um protótipo de um explorador. Os gags são normalmente de uma página e, na maior parte, sem quaisquer legendas.

Cro-Magnon

Humorístico
(Bélgica) Super As, 1973-Hello Bédé, 1993
Bara (argumento e desenho)
Estreia em Portugal: Almanaque Tintin #7, janeiro de 1984

Bof, Umph e Scmurtz são personagens pré-históricos. Sob as ordens do seu chefe, eles evoluem em cenários exóticos onde vivem animais selvagens, entre os quais, a fêmea dinossauro Henriqueta. As histórias são apresentadas na forma de gags ou em histórias curtas.

Tetfol

Fantástico
(Bélgica) Tintin, 1976-1986
Éric (argumento e desenhos)
Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras (2ª fase) #344, 8 de Maio de 1980
Outras publicações: Tintin


Tetfol vive num mundo gelado, numa civilização arcaica e bárbara. Abandonado em bebé, é salvo e sustentado por lobos, aprendendo a sua linguagem e costumes. Mathieu, o velho eremita, ensina-lhe a língua dos humanos para que na altura certa Tetfol faça a sua escolha. Mas o jovem prefere a companhia dos lobos, e, em especial, Mournoir. Vestido unicamente com uma pele de lobo, Tetfol combate  os homens com poderes maléficos. 

Os Países Perdidos

Les pays perdues
Aventura
(Bélgica) Lombard, 1990-1992
Jean-François Di Giorgio (texto) e Benoît Roels (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Edições ASA, 1991

Aventuras de uma patrulha de escuteiros, adaptação de romances de Jean-Louis Foncine.

Bibliografia portuguesa:
  • O bando dos Ayaks (La bande des Ayaks), 1990, Álbum Edições ASA [1991]
  • A malaposta do Rei Feliz (La relais de la chance ao Roy), 1992, Álbum Edições ASA [1994]
[actualizado em 28-12-2014]


Stéphane Colman

Desenhador, Argumentista
(Bélgica) Liége, 20 de Abril de 1961


Com a idade de 15 anos, Colman realiza a sua primeira BD que a envia a Jijé. Contudo, o autor de Jerry Spring aconselha-o a deixar o desenho, mas Colman não se desencoraja e inscreve-se na Académie de beaux-arts de Liége. O verdadeiro início profissional acontece em 1979 com a série Billy the cat,  com textos de Desberg, na revista Spirou. Paralelamente, assina Marsouin de Petzouille no magazine Aie!. Em 1981, a solo, produz o álbum White le choc. Nos três anos seguintes, Colman abandona, em parte, a BD e dedica-se à publicidade. Em 1987, de volta à BD, sob um texto de Desberg, desenha Dans le peau d'un chat, fazendo nascer, mais uma vez, Billy the cat. Em 2005, com Batem, co-desenha um episódio de Marsupilami. No ano seguinte, assegura os argumentos da série, sempre desenhada por Batem.

Giuseppe Bergman

Aventura
(França) À Suivre #9, Outubro de 1978 - Corto #15, Janeiro de 1988
Milo Manara
Estreia em Portugal: Álbum Edições 70, 1990
Outras publicações: Álbum Meribérica, Álbum Correio da Manhã, Álbum Edições ASA



O tema central são aventuras imaginárias, levando o leitor a entrar em terrenos narrativos inexplorados entre a realidade e a ficção pura.

O Clic

Le déclic
Erótico
(França) Éditions Albin Michel, 1984-2001
Estreia em Portugal: Álbum Meribérica, 1996
Outras publicações: Álbum Sicidea-GQ Portugal, Álbum Edições ASA


Cláudia Cristiani é, por norma, uma mulher recatada, insegura face até à imagem do próprio corpo. Mas depois de o louco doutor Fez ter logrado lançar mão da invenção do doutor Kranz – que, a partir de um controlo remoto, emite ondas cerebrais aptas a controlar a pulsão sexual – e ter implantado um receptor no cérebro da jovem indefesa, passou a manietar os seus desejos e impulsos sem dó nem piedade. Desta feita, Christiani, marido de Claudia, é o advogado da Globalquímica, um trust que não hesitou em utilizar álcool metílico para fins alimentares. Tornado cego na sequência do incidente, o professor Boralevi, coadjuvado pelos seus filhos, decide consumar a vingança accionando para tanto a viciosa caixa mágica…

A Palavra ao Júri

La Parolla alla Giura
(Itália) Corrieri dei Ragazzi
Milo Milani (textos) e Milo Manara (desenhos)
Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras (2ª fase) #213, 27 de Outubro de 1977

Retratos biográficos de grandes nomes da História, onde o final era decidido pelos leitores que julgavam a culpabilidade do personagem.

A Descoberta do Mundo em Banda Desenhada

História
(França) Éditions Larrousse, 1978 - 1980
Colectivo (argumento e desenhos): Alarico Gattia, André Bérélovitch, André Martin, Raphael Carlo Marcello, Dino Battaglia, Eduardo Teixeira Coelho, Enric Sió, François Lambert, Guido Buzzelli, Guido Crépax, Jacques Bastian, Jaime Marzal-Canós, Jean-Marc Delaunay,  Jean Ollivier, José Bielsa, Marie-Claude Rouzier, Michel Pierre, Milo Manara, Milo Milani, Nikita Procofieff, Paolo Ongaro, Pierre Castex, Raymond PoivetSérgio Toppi

Estreia em Portugal: Álbum Publicações Dom Quixote, 1981 


Uma obra em 24 fascículos que retrata a História da Civilização. 

Ferry

Ferry Van Vosselen
Desenhador, Argumentista
(Bélgica), Beveren Waas, 23 de Abril de 1944


Ferry estuda no Institut Saint-Luc de Gand. A sua estreia artística dá-se no Soir Jeunesse em 1970, com um curto western com argumento de Daniel Janssens. Para o Soir, em 1974 desenha a história de dois hussardos, intitulada Savary. Paralelamente, colabora com as revistas Pilote e Tintin, onde, em 1974, faz nascer Cédric. Apaixonado pela história, lança-se na companhia do escritor Yves Duval na realização de pequenos episódios, recolhidos, mais tarde, no álbum As Grandes Catástrofes. Em 1976, com Jean-Luc Vernal produzem as fantásticas aventuras de Ian Kaledine. Em 1995, desenha as primeiras pranchas das Chroniques de Panchrysia. Em 2002, é argumentista de Le Gardien de la lance, série desenhada por Ersel. Em 2006, ilustra Decamerone, uma adaptação da obra de Boccace e, três anos mais tarde, desenha um episódio de Alix, escrito por Patrick Weber.

Raphael-Carlo Marcello

Desenhador, Argumentista
(Itália) Vintimille, 16 de Novembro de 1929 - 23 de Dezembro de 2007

Raphaël (Raffaele) Carlo Marcello abandona os estudos e muda-se para Paris, onde faz a sua estreia na BD em 1948. Colaborando com a agência Sagédition, Marcello começa a ilustrar Loana et le Masque Chinois em Aventures de Paris-JeunesNick Silver na Victoire Collection. Junta-se à Opera Mundi, em 1950, e torna-se um artista versátil em BD de jornais, como adaptações de Ben Hur, Jane Eyre e da Bíblia, bem como La Découverte du Monde e L'Histoire de Paris. Desde 1952, está presente na revista Heróic com séries como Oliver Twist, Gil Blas e Bug Jargal, além da série Le Cavalier Inconnu (1955-1970), que aparece na revista Pepito. O seu trabalho para a imprensa diária continua com várias adaptações de obras literárias para a Mondial-Presse a partir de 1956. Além disso, os seus trabalhos aparecem em Bugs Bunny (Bob Franck), Lisette, Monty (Canadian Boy), Mireille (Mylène, Danseuse Étoile), L'Intrépide / Hurrah (Le Diamant Noir) e Rintintin. Depois de algumas aparições em Tout le Western e Bunny, junta-se ao Pif Gadget em 1970 e com o escritor Jean Ollivier cria a sua série mais famosa, Docteur Justice. Na mesma revista, ilustra Amicalement Votre (uma adaptação de Victor Mora), Taranis (textos de Ollivier e mais tarde de Mora), Tarao (texto de Roger Lécureux) e La Guerre du Feu. De 1973 a 1976, Marcello ilustra John Parade, Patrouilleur de l'Espace, com texto de Maric no Le Journal des Pieds Nickelés. Colabora na série Larousse, de 1976 a 1985, com L'Histoire de France en Bandes dessinéesA Descoberta do Mundo e A História do Far West. Está presente em Le Journal de Mickey com Le Regard du TigreZorro e Os Cinco. Juntamente com Maric, produz a série de ficção científica Cristal, bem como a colecção de contos Voulez-Vous de nos Nouvelles? para a revista  Spirou (1981). Desenha uma história em BD sobre Michael Jackson para a Hachette em 1988, e a série Wayne Thunder, escrita por Alain De Kuyssche para a Lombard. Para a editora Albin Michel, Marcello cria L'epopée du Paris Saint-Germain, Nuit Barbare e Amok. Raphaël Marcello volta para a sua cidade natal Vintimille em 1991, onde inicia uma colaboração com a revista Il Giornalino e a editora Bonelli, ilustrando episódios de Tex e Zagor.

Milo Milani

Argumentista
(Itália)


Os seus primeiros escritos foram no Corrieri dei Piccoli em 1953. Escreve Fortebraccio para Di Gennaro (1966), Il dottore Oss para Nidasio (1964), Paglio, Carlo e C para Uggeri (1964). Também escreves as séries realistas Le Grandi Avventure di Pace e di Guerra e Dal nostro inviati no tempo (para Toppi, Manara, Michelluzi, etc), Bob CrockettAno 2000 (desenhos de Alessandrini), Il Maestro (desenhos de Alessandrini). No jornal Il Giornalino, cria I Fuggiaschi para Zeccara, Jacopo del Mare para Quinto (1984), I Due del Soudan para Fenzo (1987).

Jean-Paul Dethorey

Argumentista, Desenhador
(França) Toul, 2 de Março de 1935 - n.d., 2 de Maio de 1999


Desejando ser pintor, Jean-Paul Dethorey ingressa na Escola de Belas Artes de Nancy, França, juntamente com Claude Dubois. A sua estreia em BD dá-se em 1964 com L'Inspecteur X (que dura até 1987) e Batistín et Big Boogie, um western humorístico escrito por Frank Giroud. Na segunda metade da década de 60, Dethorey produz BD para os periódicos Lisette, J2 Magazine, Formule 1 e Fripounet. Para esta última revista, cria séries como Bébé-ChatInspecteur Tempo e Les Increvables. Em 1982, envereda por BD´s realistas para adultos. Novamente com Frank Giroud, cria Luís Má Sorte, uma série editada na revista Circus e mais tarde na Vecu. Continua a trabalhar para a Vecu com Le Voyage du Bateleur (argumento de Autheman) e Un Crime Ordinaire (escrito por Daniel Bardet). No final de 1990, Dethorey começa a série Coeur Brûlé com Patrick Cothias, sobre Germain Granpin, um dos personagens da série de Cothias de As Sete Vidas do Gavião. Dethorey também desenha L'Oiseau Noir (com textos de Le Tendre) e L'execution (textos do próprio Dethorey) para a colecção Aire Libre da Dupuis

Enrico Marini

Desenhador
(Suíça) Liestal, 13 de Agosto de 1969


Suíço de origem italiana, Marini estuda na École des beaux-arts de Bâle. Apaixonado pela BD e pelo género manga, com a idade de oito anos reproduzia os seus heróis preferidos. Nos finais dos anos 80, decide ir apresentar algumas pranchas no Salão Internacional de BD de Sierre. As edições Alpen, crentes no seu talento, propõem-lhe uma colaboração na série Os Dossiers de Olivier Varése. Após quatro álbuns, Marini lança-se num novo projecto, Gipsy, com argumento de Thierry Smolderen. Em 1996, agora com Stephen Desberg, inicia a série A estrela do deserto. Dois anos mais tarde, desenha Les Héritiers du Serpent, com textos de Exem. Em 1998, surge a série Rapaces, um policial americano com argumento de Jean Dufaux. Continuando com a Dargaud, Marini e Desberg iniciam a série medieval O Escorpião e, em 2007, As Águias de Roma, uma série que decorre na capital do império no início da era cristã.

Esta página destina-se a compilar a banda desenhada publicada nas revistas portuguesas do século XX. Os dados constantes desta base de dados foram retirados das revistas, álbuns, bibliografia especializada e páginas da Internet. As informações constantes desta base de dados não se consideram completas, sendo meramente uma comparticipação do autor para o estudo da banda desenhada publicada em Portugal. Contudo, as bases de dados estão em permanente actualização. A catalogação dos episódios está, quando possível, ordenada por ordem cronológica da sua edição no país de origem. Nos autores, o primeiro nome refere-se ao desenhador. O ano refere-se à primeira publicação do episódio. Desde já, agradeço quaisquer colaborações para o desenvolvimento desta página, enviando correcções, aditamentos ou sugestões através do formulário da página.